Uma ideia surge, um problema é detectado, um mercado inexplorado é encontrado, mas de repente você se vê de frente com a dura realidade: Uma ideia não é nada se não for executada

É comum interpretar execução, criação e gestão de produtos, com o desenvolvimento em si, a programação, o código… Um produto digital é muito mais do que isso, e para criar um, geralmente seguimos algumas estratégias essenciais para, pelo menos, reduzir as chances de fracasso. Segue o que aprendi até aqui:

 

1. Conheça seu cliente mais do que ele mesmo

Se você está criando um produto é porque quer resolver um problema, uma possível “dor” de um grupo de pessoas. Se este não é seu objetivo, então sugiro que reflita mais sobre o seu negócio.

Fale com seus possíveis clientes e acostume-se a fazer isso, já que você irá fazê-lo pelo tempo que seu negócio existir. Tenha certeza de que você está criando algo que realmente irá resolver o problema destas pessoas. Não se prenda à sua ideia, se prenda ao desejo de resolver o problema destas pessoas.

 

2. Planejamento é ouro. Faça isso na gestão de produtos.

Não gaste energia logo de início com nome, marca,… Lembre-se que você está criando um negócio, e focar inicialmente em “embalar” ele de uma forma bonita só vai tirar você do foco principal que é descobrir se você conseguirá resolver de fato a dor do seu cliente.

Para que você comece a executar a solução que idealizou, antes é muito importante definir muito bem cada detalhe dela. Seja honesto com você mesmo e faça uma avaliação racional sobre o que você quer desenvolver. Você conhece o mercado no qual quer entrar? Se não conhece, como pode conhecer? Já sabe quais são as possíveis soluções técnicas para desenvolver seu produto? Você já imagina um modelo de rentabilização?

 

3. Entregue logo, entregue sempre

Agora que você conhece profundamente a dor do seu possível cliente e já refletiu exaustivamente sobre as possíveis soluções que idealizou para ele, está na hora de correr e validar sua hipótese. Encontre a maneira mais rápida de colocar nas mãos do seu cliente a solução para o problema dele e veja se realmente é o que ele precisava. Confira aqui como fazer a validação do seu negócio sem perder tempo e dinheiro.

Todo processo e metodologia é válido quando aplicado com o objetivo de conseguir rapidamente atingir resultados. É por isso que hoje as startups inovam de maneira rápida, a maioria delas seguem a metodologia Lean Startup, criada por Eric Ries, onde resumidamente, corremos para testar nossas soluções, medimos o resultado do teste, aprendemos com estes dados, melhoramos a solução e testamos novamente.

Lean Startup

4. Seja data-driven

Ser “data-driven” é basicamente tomar decisões baseado nos dados. Estes dados podem ter a ver com o uso do seu produto, a eficiência de um canal de aquisição, a taxa de clientes perdidos (churn), etc… As vezes acreditamos tanto em algo, que acabamos deixando isso influenciar em nossas tomadas de decisões.

Isso tem tanto a ver com as funcionalidades do seu produto, como também com o seu próprio modelo de negócio. As vezes você está entregando a solução ideal, mas em um modelo de faturamento não sustentável ou gastando dinheiro demais em um canal que traz pouco resultado, por exemplo. Fique alerta aos dados e tome as decisões baseadas neles.

 

5. Foque no engajamento

Não olhe apenas para a quantidade de novos clientes que o seu produto está conquistando, é muito importante analisar a frequência de uso dele pelos clientes atuais. Quanto mais presente você estiver na vida do seu cliente, entregando soluções para os seus problemas, menores as chances dele deixar de usar o seu produto.

Estar próximo do cliente é fundamental para entendê-lo e com isso melhorar seu produto com base em seu uso e seus feedbacks. Veja, por exemplo, como você pode estruturar uma área de Costumer Success em seu negócio e como isso pode te ajudar a encantar seu cliente e mantê-lo engajado com seu produto. Temos um post aqui no blog sobre isso.


Espero que estas dicas te ajudem a criar soluções que impactem positivamente a vida de muitas pessoas. Postei há um tempo um vídeo onde mostro 3 Ferramentas Gratuitas Para Tirar Sua Ideia do Papel, confere lá! Vamos juntos nesta jornada!

Gostou deste texto? Compartilhe e espalhe conhecimento 😀


Maike Robert

Apaixonado por encontrar soluções e inspirar pessoas a desenvolver suas ideias. No mercado digital há 17 anos, especialista em desenvolvimento e gestão de produtos digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *