A gestão financeira de uma empresa é um assunto que preocupa muitos empreendedores e gestores; tanto os que estão começando a empreender, como aqueles que já estão no mercado há algum tempo.

Ter uma boa gestão financeira é importante não apenas para que se atinja um crescimento satisfatório, mas para que, em primeiro lugar, a empresa se mantenha estavelmente.

Nesse sentido, o conhecimento a respeito do gerenciamento das finanças se faz necessário para qualquer empresa, não importando o seu tamanho.

No nosso artigo de hoje, queremos ajudar, especificamente, a você, que está começando a sua empresa e precisa estruturar um modelo de gestão financeira do zero.  

Para isso, separamos algumas dicas que irão ser imprescindíveis no seu cotidiano. Continue a leitura e aplique cada um desses passos na sua empresa e você verá: sua gestão financeira será organizada e trará melhores resultados para a sua empresa.

Tenha um fluxo de caixa organizado

O fluxo de caixa é um dos conceitos mais populares dentro de gestão financeira. Quem, mesmo sem saber o que é, nunca ouviu esse termo, não é mesmo?

Fluxo de caixa é um termo amplamente utilizado por pessoas dentro e fora do meio empresarial, mas nem sempre quem deve lidar com o caixa entende plenamente esse conceito e seu funcionamento.

De maneira resumida, o fluxo de caixa contém todas as entradas e saídas, todas as movimentações, de uma empresa, em determinado período.

Sim. Todas as movimentações, todas mesmo, precisam ser anotadas e devidamente analisadas no fluxo de caixa.

Ter um fluxo de caixa positivo significa que houve mais entradas do que saídas dentro da empresa naquele período estabelecido.

E ter mais entradas do que saídas é algo muito bom para a sua empresa! Assim, você poderá realizar novos investimentos, melhorando seus serviços cada vez mais para que, dessa forma, a quantia positiva, o seu lucro, seja ainda maior.

Crie um controle de contas a pagar e a receber

O controle de contas a pagar e a receber é uma prática simples, mas que tem um efeito surpreendente.

Ao fazer esse controle, você poderá saber exatamente o que ainda deve entrar no seu fluxo de caixa e, também, o que ainda precisa sair.

Logo, será possível ter um controle de quais contas são prioridades, de quais irão ajudar a movimentação da sua empresa – aquelas que serão recebidas – e, ainda, você poderá ter um panorama geral de como está a situação da sua empresa.

Para ter uma boa gestão financeira, o controle de contas a pagar e a receber é uma ferramenta essencial no seu cotidiano.

Nós temos um material completo que irá te oferecer o passo a passo para estruturar essa operação dentro da sua empresa. Confira o conteúdo clicando aqui.

Faça uso dos demonstrativos financeiros

Os demonstrativos financeiros podem ser entendidos como relatórios de gestão financeira que contribuem para indicar a situação do seu empreendimento.

Os demonstrativos, ou demonstrações como também são chamados, apresentam, de forma facilitada, importantes dados da sua empresa.

Através dessas informações presentes em um demonstrativo financeiro, você terá mais segurança para tomar as suas decisões e saberá, sempre, como está a vida e gestão financeira do seu negócio.

Alguns exemplos de demonstrações para a sua gestão financeira: Balanço Patrimonial, Balancete de Verificação, DRE entre outros.

Mantenha os documentos em dia

Ao falarmos da gestão de uma empresa, existem vários documentos que são importantes para o seu funcionamento.

Esses documentos são necessários não apenas para que a empresa, literalmente, funcione, mas também para que a empresa esteja em dia com a legislação do país.

Além disso, tais documentos são importantes para que não seja preciso pagar nenhuma multa, ocasionando gastos desnecessários para o seu fluxo de caixa.

A ausência desses documentos pode afetar diretamente a gestão financeira da sua empresa.

Entre alguns desses documentos podemos citar os seguintes: Alvará de funcionamento, inscrição estadual e municipal, livros contábeis e fiscais, nota fiscal entre muitos outros.

Esteja com todos esses documentos em dia, para que nenhum problema advinha da falta deles.

Fique atento aos tributos

Cada empresa no nosso país está dentro de um regime tributário. Esse regime é, basicamente, um conjunto de leis que determina quais impostos serão pagos e como isso será feito.

Os três regimes, mais comuns vigentes no Brasil são: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido.

É de extrema importância, para estruturar a sua gestão financeira, que você saiba em qual regime você deve se encaixar.

Se você optar pelo regime errado, irá pagar impostos de maneira equivocada, o que pode ser prejudicial para a vida financeira da sua empresa.

A maioria das pequenas e médias empresas se encaixam do Simples Nacional, para saber o porquê disso e conferir as mudanças que entraram em vigor no ano de 2018 dentro desse regime, clique aqui.

Aproveite a tecnologia: faça uso de softwares de gestão

Por último, queremos destacar a importância de aproveitar a tecnologia em favor de uma boa gestão financeira.

Para fazer o controle financeiro da sua empresa, você pode contar com um sistema integrado de gestão que irá relacionar diferentes atividades e departamentos em um só lugar.

Existem diversos softwares utilizados para tal fim e você não pode deixar de cogitar a implementação de um deles na sua empresa.

Através do uso da tecnologia, você pode simplificar e otimizar a sua gestão financeira alcançando grandes resultados.

O software de gestão financeira Keruak te proporciona todo o conforto que você precisa para potencializar o funcionamento e expansão da sua empresa. Aproveite e teste agora mesmo!

Categorias: Financeiro

Célio Fabiano

Co-fo & CEO da Desk Manager, acelerado com grande experiência na área de TI e Negócios, atuando a mais de 20 anos no mercado. Co-Fo & CEO da Keruak Software, Partner da 3In Capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *